Sem título
Valoriza enquanto tu é valorizado..
 
Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia. Tudo passa, tudo sempre passará. A vida vem em ondas, como um mar num indo e vindo infinito. Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo. Não adianta fugir, nem mentir, pra si mesmo agora, há tanta vida lá fora, aqui dentro sempre, como uma onda no mar.
Lulu Santos   (via mar-de-ilusao)
O importante não são quantas pessoas telefonam pra você, nem com quem você saiu ou está saindo. Também não importa que você nunca namorou. O importante não é quem você beijou. Na vida, não é importante se você é aceito ou não pelos outros. O importante na vida é quem você ama e quem você fere. É como você se sente em relação a você mesmo. É confiança, felicidade e compaixão. É ficar do lado dos amigos e trocar o ódio por amor. O importante na vida é evitar a inveja, não querer o mal dos outros, superar a ignorância e construir a confiança. É o que você diz, e o significado de suas palavras. É gostar das pessoas pelo o que elas são e não pelo que tem. Isso é importante.
Caio Fernando Abreu.   (via versospoeticos)
Certos namorados brigam dia sim, dia não. Na sexta se amam, no sábado se odeiam, no domingo fazem as pazes, na segunda prometem nunca mais se ver. São amores movido à adrenalina, que rendem bons versos e letras de música. Muito destes casais conseguem chegar ao altar e continuam entre tapas e beijos até as bodas de ouro. Brigam e voltam tantas, mas tantas vezes, que na verdade nunca chegam a se separar. Deixe que digam, que pensem, que falem. O amor é lindo.
Martha Medeiros.    (via versospoeticos)
Não confunda amor com delírio de posse. O sentimento amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, é que faz sofrer.
Juíz Leandro Cano  (via mar-de-ilusao)
Canto fúnebre.

O canto fúnebre das músicas tocadas no rádio me entristece a alma. A solidão já não me acalma. Me escondo na escuridão de minh’alma. Não se pode remontar um coração de pedra.

Se é pra morrer de amor, que seja por um amor que tenha valido a pena viver.
Caio Augusto Leite.    (via poetadoalem)